7 coisas que estão acabando e você nem tinha ideia!

Dificilmente passamos um dia inteiro sem ouvir sobre a pressão insustentável que estamos colocando nos recursos naturais. E, enquanto nos vêm à mente imagens de coisas como petróleo, água doce e carvão, a verdade é que muitos outros produtos também estão se esvaindo rapidamente.

original12

Alguns desses produtos podem não ser tão cruciais quanto, digamos, a água potável, mas ainda assim eles são parte de nosso cotidiano. Então, com o Natal chegando, vamos parar um pouco para apreciar essas sete maravilhas do mundo moderno. É melhor você aproveitá-las enquanto pode!!!

Chocolate

chocolate-970x582

Chocolate é uma delícia, né? Ele tem um lado bem triste, entretanto: a maior parte do fornecimento de cacau do mundo vem do Oeste da África, onde muitos países ainda têm que combater coisas como trabalho infantil, muitas vezes escravo, e tráfico de crianças; em outras palavras, este é o tipo de trabalho que produz o chocolate que você coloca na sua boca. Mesmo com o trabalho escravo, entretanto, plantar cacau não é financeiramente lucrativo para o fazendeiro africano médio.

Como estas crianças poderiam falar para você, cultivar cacau é um trabalho muito duro. Leva tempo (cada nova safra leva cinco anos para crescer), tem que ser feito manualmente e, ainda pior, tem que ser feito manualmente num calor torturante. E o pagamento final? A fortuna de 80 centavos de dólar por dia — que ficam com o fazendeiro, na verdade. Nesse ritmo, em cerca de vinte anos, o chocolate poderá se tornar um luxo com preços comparáveis ao do caviar. E isso com a continuação do trabalho infantil. Com leis de comércio justo avançando na indústria, ainda que lentamente, e leis sobre o trabalho infantil sendo (justa e corretamente) aprovadas, o preço do trabalho irá subir, fazendo os produtores terem ainda mais prejuízo. O “x” da questão aqui é que o chocolate vai ficar caro demais para ser produzido em massa.

Além disso, não dá para transferir a produção da matéria-prima para outras partes do mundo. O cacau só cresce em latitudes a menos de 10 graus da linha do equador — uma área em que estão alguns dos países mais instáveis do planeta. Em outras palavras, é bom aproveitar os seus ovos de páscoa no ano que vem.

Sardinhas

sardinhas-970x582

Esta aqui pode não incomodar tanto assim muitos de vocês, mas para os amantes dos peixes oleosos enlatados, o fim do mundo está vindo aí. No mês passado, a frota do Oeste do Canadá de navios caçadores de sardinha voltou ao continente com um total de… zero, nadica de nada. Não são apenas US$32 milhões de sardinhas em potencial que deixaram de ser pescados, mas a perda é um indicativo de um futuro bem perturbador: nós podemos estar a algumas décadas de não haver mais sardinhas nas águas.

As populações de sardinhas tendem a oscilar com a temperatura da água, e estes peixinhos estão se reproduzindo menos desde o resfriamento das águas do Pacífico, ocorrido na década de 1990. A pesca pesada, claro, continuou no seu ritmo, sem atentar a isso. Além disso, qualquer ovo de sardinha pego hoje em dia vem de peixes nascidos a mais de uma década — uma geração de sardinhas que está quase morrendo. Apesar de tudo isso, o Canadá continua aumentando suas cotas de pesca, e os EUA, apesar das limitações que vêm sendo impostas, ainda não diminuíram a quantidade o suficiente para se adequar ao estoque cada vez menor.

Então, o que isso pode significar para as pessoas que adoram esses peixinhos enlatados? Pode levar décadas até as águas se aquecerem o suficiente para trazer de volta nossos amigos do mar.

Tequila

tequila

Em 2007, a produção mexicana do agave-azul (a planta a partir da qual a tequila é feita) já não estava indo tão bem. Vinte por cento da safra foi avariada por doenças, um sinal de que, como notou o Chicago Tribune, os fazendeiros estavam abandonando a colheita pelo mesmo motivo que as fazendas de cacau estão desaparecendo: o custo é muito alto. Cultivar milho é muito mais lucrativo que cultivar agave-azul. Então, o que um produtor faz quando ele quer substituir sua plantação por alguma que dê mais dinheiro? Queima tudo. Sim, ao invés de colher o que já tinham, os fazendeiros decidiram queimar campos e campos de preciosa tequila em potencial.

Mas você não precisa começar a afogar suas mágoas agora; os grandes produtores estão cuidadosamente estocando tequila para a escassez que está por vir. Porque, quando ela finalmente vier, o líquido dourado vai virar ouro líquido — o que não é bom para os consumidores, com certeza. Mas, à medida que fazendeiros independentes virem o preço do agave-azul crescendo, eles começarão a replantar estes mesmos campos em que eles atearam fogo anteriormente.

Claro, depois disso acontecer, ainda leva 12 anos para um agave-azul estar pronto para produzir a frutose necessária para fazer tequila. É melhor você começar o seu estoque. E se você decidir mesmo afogar as mágoas, prefira vodca.

Hélio

helio

Já inalou hélio para ficar com a voz fininha e dar umas risadas? Valeu, camarada, ajudou bastante. Porque, hoje em dia, precisamos conservar o quanto pudermos de hélio. Você pode não perceber, mas o hélio é um produto altamente necessário no mundo moderno. Tudo, de imãs de máquinas de ressonância magnética a fibras óticas e telas de LCD precisam do elemento (que tem o ponto de ebulição mais baixo entre os materiais existentes na Terra) para funcionar. Sem ele, muito do que nós nos acostumamos a depender vai enfrentar dificuldades.

Mas isso não faz o menor sentido, você pode dizer. Como o estoque de hélio pode estar diminuindo tanto assim, ainda dá para comprar um monte de balões de hélio por aí com qualquer trocado? Bem, você está certo, isso não faz o menor sentido — mas não pelos motivos que você pode estar pensando. Mesmo quando estamos de fato ficando sem esse gás nobre, os Estados Unidos não pararam de vendê-lo muito barato. E, de acordo com o cientista Robert Richardson, da Universidade de Cornell, essa é uma decisão deliberada:

O governo dos EUA construiu uma reserva nacional de hélio em 1925. Ainda hoje, um bilhão de metros cúbicos do gás está estocado num depósito perto de Amarillo, Texas. Em 1996, o Congresso Americano aprovou um decreto determinando que esta reserva estratégica, que representa metade dos estoques de hélio da Terra, deve ser completamente vendida até 2015. Consequentemente, o hélio é tão barato e não é encarado como um recurso preciso.

E, quando ficarmos sem esse estoque, nossa outra opção é recuperá-lo do ar — o que vai custar dez mil vezes o que custa hoje. Então, tente não se lembrar dos milhares de dólares balões que você comprou e deixou escapar por aí.

Vinho

vinho-970x609

Somos uma espécie composta por beberrões de vinho. A sede insaciável da humanidade nos colocou numa situação difícil — algo na casa de 300 milhões de garrafas. Claro, há um milhão de produtores espalhados  pelo mundo fazendo 2,8 bilhões de garrafas por ano, mas isso ainda não é suficiente para saciar a sempre crescente demanda por mais vinho.

Na verdade, apesar do crescimento em 1% no consumo global de vinho, a produção caiu mais de 5% no ano passado — a maior queda desde os anos 60. O que é pior é que a produção da bebida na Europa no ano passado despencou mais de 10% — e a região produz cerca de metade do fornecimento anual. Infelizmente, a maior parte do crescimento da indústria está acontecendo graças aos produtores artesanais, que não vão conseguir dar conta da alta da demanda.

vinhografico1-970x519 vinhografico2-970x518

Queijo de Cabra

queijo-de-cabra-970x571

Em 2010, o Reino Unido passou por um grande surto de febre Q. Isso fez com que mais de 50 mil cabras e ovelhas prenhas fossem descartadas (isto é, removidas da procriação). Alguns criadores decidiram parar completamente a reprodução. Isto já seria um grande problema, mas certamente não ajuda o fato de a demanda continuar a aumentar, mesmo com a oferta diminuindo.

O queijo de cabra é particularmente popular no fim de ano em lugares como a Europa e, recentemente, uma parte considerável do planeta parece ter passado a gostar dessa iguaria: a China. Eles querem pagar, e querem pagar muito. Isto está deixando os fornecedores do produto em uma situação difícil. Como disse ao The Telegraph George Paul , diretor da fabricante de queijo Bradbury & Son:

Os varejistas irão pagar mais por produtos de cabra ou correr o risco de ficar sem. Um ou outro vai ceder em breve — pode ser o preço ou a disponibilidade.

Então, não se surpreenda se você começar a ver queijos de cabra com preços bem salgados nos mercados por aí — fique feliz por ainda poder encontrá-lo em algum lugar.

Bacon

bacon-970x545

Talvez a carne mais amada de todas, o bacon pode deixar muita gente triste em breve. De acordo com a Associação Nacional do Porco –sim, o nome da entidade inglesa é esse mesmo: National Pig Association (NPA)–, uma escassez global de bacon (e outros produtos suínos, a propósito) “é inevitável”. Mas não se culpe por ser guloso ou comilão: há vários fatores contribuindo para o problema com os porquinhos.

A NPA atribui a escassez ao aumento do custo da ração, que pode ser atribuído às fracas safras de soja e milho do ano passado. Mas isso não é só no Reino Unido; esta mesma tendência está se repetindo por todo o mundo. O Departamento de Agricultura dos EUA publicou um relatório em agosto de 2012 que previu precisamente que os criadores de porco iriam reduzir sua produção para minimizar perdas, que poderiam ser grandes, graças à seca do Meio-Oeste Americano de 2012. Além disso, o vírus da diarreia suína epidêmica (PED, de Porcine Epidemic Diarrhea) está matando porcos em 15 estados americanos. E, por enquanto, ainda não há vacina no país.

Claro, isso não quer dizer que o bacon vai desaparecer em breve, mas os preços certamente vão refletir os estoques reduzidos. Então, se você quer economizar, pode ir deixando de pedir um x-bacon na lanchonete.

Fonte: Gizmodo Brasil

Anúncios

Um comentário sobre “7 coisas que estão acabando e você nem tinha ideia!

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s