Postcrossing – um jeito “vintage” de se comunicar!

Olá!
Quanto tempo, né?! 😉

Hoje a novidade é para você que ainda gosta de se comunicar à moda antiga! Dia desses bateu uma saudade da minha época do clube de correspondências da Turma da Mônica (alguém??? o/). Então achei esse tesourinho aqui na web, para a felicidade dessa garota que ainda coleciona papel de carta e mantém amizade com a tia do Correio! (haha)

Estamos falando da rede social “PostCrossing“, em que você pode trocar cartões postais com pessoas do mundo inteiro!

Como funciona: 1) Você faz o seu perfil e então você recebe até 5 endereços diferentes para enviar os cartões postais. Junto com o endereço, você pode ter acesso ao perfil do seu destinatário (isso é legal, pois você pode ver as características da pessoa – muitas vezes a pessoa coloca o que ela gosta de receber em cartões postais, seus gostos, preferências, etc.). Cada cartão postal que você enviar deve conter uma mensagem (claro!), geralmente com informações sobre você, sobre o seu país, cidade, ou o que mais você achar interessante.

2) Juntamente com o endereço, você recebe um código que deve ser colocado no cartão postal, para controle de entregas.

3) Aguarde alguém dar o sinal de que recebeu um cartão postal seu! Quando isso acontecer, aí sim você estará apto para ser um destinatário também! (e libera mais um endereço para você enviar!)

4) Recebeu um postcard? Registre-o em seu perfil com o código enviado pelo seu remetente! Também suba uma foto do cartão para que possa ser figurado em seu mural de cartões postais! 🙂

*Minha experiência com o PostCrossing*

Bem, eu segui os passos que eu indiquei acima, mas vou te falar! Aqui em Brasília foi uma novela pra encontrar cartões postais, viu?! Fui encontrar na livraria Leitura do Conjunto Nacional e eram muito bem feiinhos! Além de não terem muito espaço pra escrever, nem linhas pra letra sair bonitinha!!! 😦  Mas fazer o quê, né?!

Até agora, enviei para a Holanda, Rússia e Ucrânia. Que me deram notícia, apenas os da Holanda e Rússia chegaram ao seu destino! O legal também é ver o feedback das pessoas, que mandam a você mensagens (via site mesmo) sobre o que elas acharam do seu postcard. 

Esse eu enviei para o holandês; ele disse que gostava de arquitetura (moro no lugar certo!), então, escolhi um cartão que contivesse mais imagens dos monumentos de Brasília:

130911-br-277159

Bem feiinho mesmo, não é?!

Para o russo, eu fui um pouco mais além. Como ele disse que colecionava tickets de teatro, ônibus, metrô ou de outras atrações, além do cartão postal – dessa vez com a ponte JK – eu também enviei um desses folhetos com atrações, mapas e curiosidades sobre o Brasil e também o ticket de um passeio que fiz no Rio para ver a estátua do Cristo Redentor.

postpost

A resposta desse cara foi muito legal, ele ficou extremamente feliz, principalmente pelo ticket. Afinal, Rio+Cristo Redentor todo gringo curte, não é, minha gente?! 😀

E enfim, o cartão postal que recebi, que veio diretamente da pouco conhecida Bielorrússia (ou Belarus):

postcardd

Isso é que é cartão postal, né, minha gente?!

A minha remetente foi muito fofinha. Ela só tem 14 anos e parece ser muito inteligente. Além disso, ela escreveu uma saudação em seu idioma, seguida da tradução… Adorei isso!

postacard

Dicas para quem também quiser se aventurar no mundo do PostCrossing: 1) Escreva em inglês! É a tal “língua universal”, né… Mas claro, se você tem domínio do idioma do local para o qual enviará o cartão, nada mal se puder tirar onda também! 😉

2) Observe atentamente o idioma do seu destinatário. Se o alfabeto dele for diferente do nosso (cabe especialmente aos asiáticos), você deverá escrever em letra de forma. Por quê? Acreditem, eles não entendem nossa letra cursiva bonitinha. 😛

____________________________________________________________________________________________________

Bem, em tempos de Facebook, Whatsapp e Twitter, estamos cada vez mais acostumados com a comunicação instantânea, não é mesmo?! Mas nada se compara à alegria de receber uma cartinha pelos Correios, com selos diferentes, carimbos e o melhor, vindos mundo inteiro! Ainda que o tempo de espera seja tão longo quanto o tempo que eu demoro a postar no blog, né Iana?! 😛

________________________________________________________________________________________________________

Anúncios

Um comentário sobre “Postcrossing – um jeito “vintage” de se comunicar!

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s