Os (meus) cafés de Brasília – Parte 1

Olá!

Este post é o primeiro de uma série que pretendo trazer aqui pro blog. Apresento a vocês alguns cafés da cidade que fizeram/têm feito parte do meu dia-a-dia de alguma maneira.

Eu, como amante desse tipo de estabelecimento, visito cafés atrás de cafés por hobby mesmo. É meu prazer semanal descobrir um lugarzinho onde eu possa bebericar meu precioso companheiro de lida e, de quebra, relaxar, metabolizar as ideias, adiantar os afazeres, pensar na morte da bezerra, etc… Faz bem à saúde e eu recomendo. 🙂

Conheço vários cafés aqui de Brasília, desde os mais famosinhos até aquelas birosquinhas esquecidas por descuido, mas que não deixam de ter seu charme.

Neste primeiro post, listarei 5 cafés – não necessariamente em ordem de preferência – que de uma maneira ou de outra participa(ra)m de minhas aventuras.

1) Café das Letras, UnB

cdl

Eu não poderia começar com nenhum outro que não este. Não, o Café das Letras não é um “café, café” propriamente dito, como todos estamos acostumados. No entanto, eu o cito aqui porque foi o que me iniciou nesse gosto por locais do tipo e me incentivou a buscar novos lugares para minha lista.

O Café das Letras é importante pra mim pois marcou minha jornada de graduação. Ele está situado na Livraria da Universidade, bem ao lado do Banco do Brasil. Entre meus intervalos nessa louca grade horária que a UnB nos oferece, o CdL era meu pit stop, onde eu atualizava minhas leituras, fazia minhas resenhas, outras atividades da UnB e claro, escrevia minhas baboseiras quando estava no humor.

Em suma, voto pelo Café das Letras não pela sua estrutura, muito menos pelo café – blergh -, mas pela participação que o espaço teve no meu cotidiano. O CdL não faz um bom capuccino – uma enooorme desvantagem para mim – não oferece wi-fi, nem ao menos tomadas para nossos laptops(!). (FICA A DICA, viu?!) Mas é esse cantinho, as pessoas que lá frequentam – e derrubam as cadeiras, algo muito comum por lá, rs – que ficarão sempre em minha memória.

2) Sebinho, 407 Norte

seb

Em termos práticos, eu diria que o Sebinho é o primo rico do Café das Letras! (rs)

Além de café, é também bistrô. Além de bistrô, é também sebo de livros (daí o nome!). – Tem combinação mais perfeita?

Para os alunos da UnB, sobretudo os que têm gosto pela pesquisa (já que o restante só quer saber de PdS), o Sebinho é ponto de encontro certeiro. Aqui, a maioria dos professores da Universidade marca reuniões com os respectivos orientandos – como é meu caso – para discutirem seus projetos, pesquisas, teses, dissertações, etc.

O Sebinho tem um ambiente delicioso, uma decoração aconchegante, bem contextualizada com o universo da leitura – uma menção especial ao balcão feito de livros antigos, às máquinas de datilografia, ao cardápio com nome de grandes escritores, etc.

O Sebinho também é palco de diversas atividades culturais, como saraus, lançamentos de livros, workshops e outros.

Certamente, um local inspirador para os amantes do café, da gastronomia, da literatura e, por que não dizer, do garimpo de livros!

3) Chocolates Prawer, Liberty Mall

prw

Essa loja de chocolates artesanais com cara de café me foi apresentada por uma querida amiga (que trabalha no Liberty) com quem costumava almoçar e partilhar desabafos durante seus horários de almoço.

A Chocolates Prawer é uma filial de Gramado-RS que, além dos chocolates deliciosos, também oferece aos clientes cafés, salgados, brownies, waffles e etc.

Vale lembrar que o chocolate quente de lá é d-e-l-i-c-i-o-s-o, sempre acompanhado por uma dose de água com gás e um tabletinho de chocolate saborizado (as famosas “mentinhas” e “laranjinhas”). As atendentes também são umas fofas.

Apesar de estar localizada em uma praça de alimentação zumbinante, esse pequeno defeitinho não é algo que interfira no prazer da experiência.

4) Pingo de Leite Biscoiteria, 413 sul

pdl

Eu gosto desse lugar porque também possui um ambiente aconchegante, biscoitinhos fresquinhos e gostosos e também, porque foi meu namorado quem me apresentou. “Pingo de Leite” faz referência àquele biscoitinho caseiro que leva o mesmo nome, o carro-chefe do estabelecimento.

A Pingo de Leite Biscoiteria também possui uma saída para a área verde da entrequadra, que faz com que o café ou chá da tarde fique bem mais agradável.

Excelente pedida para uma tarde em família!

5) Ernesto Cafés Especiais, 115 sul

ern

Last, but not least, o Ernesto. Ernesto é o meu novo xodó. Já visitei muitas vezes, mas a última foi a primeira vez que fui acompanhada. Até então, eu entrava, subia direto as escadas e arranjava o melhor cantinho para que eu pudesse ficar à vontade fazendo meus rabiscos. Dessa última vez, decidi ficar do lado de fora, na área verde, e a experiência foi muito gostosa.

Como o nome já diz, o café é a especialidade da casa. No Ernesto você encontra diversos tipos de cafés, em termos de grãos, origem e modo de preparo. As opções de comida também são deliciosas, uma menção especial para as empanadas e o sanduíche de filé com gorgonzola. Os preços variam, de modo que você pode fazer uma boa refeição por um preço bem acessível.

Vale ressaltar a decoração e disposição dos móveis, a música ambiente bem relaxante e os serviços de wi-fi, que fazem com que os clientes se sintam em casa. Além disso, a casa também possui uma livraria no piso superior (a “livraria do desassossego”), com livros e outros bibelôs disponíveis para compra.

Vale a visita! O difícil é querer sair de lá!

OBS: O Ernesto recebeu, pela segunda vez, o título de melhor café (bebida) da cidade pelo VEJA Brasília Comer&Beber.

__________________________________________________________________________________________________

Na verdade, minha lista é muito maior e ainda espero aumentá-la. Não poderia colocá-los de uma vez para não ser injusta com os muitos outros lugares gostosos que nossa Brasília oferece.

E você? Tem alguma sugestão para complementar nossa série? Conte aqui pra gente!

___________________________________________________________________________________________________

Anúncios

4 comentários sobre “Os (meus) cafés de Brasília – Parte 1

  1. Loreeena! Conhecia a maioria, mas vou checar o pingo de leite! 🙂

    Tenho algumas sugestões para os próximos posts!

    Sugestões de cafés/bistrôs/confeitarias:
    – Corbucci – cafe vegano- 203 norte
    – Biscoito mineiro – 106 Sul e 209 norte
    – Copenhagen – vááários shoppings
    – Maria Amélia – 309 Sul
    – Labecca – confeitaria/café (n fui, mas morro de vontade de ir!) – Qi 13 do lago
    – Cioccolateria – 208 Sul eu acho
    – Sweet cake – 413 Sul (?)
    – Praliné – 205 sul

    • Oi Gabi!
      Desses que você citou, só conheço a Casa dos Biscoitos Mineiros, a Kopenhagen (é a dos chocolates, certo?!) e a Praliné!
      Com certeza vou tentar visitar todos os indicados!

      Obrigada pelas dicas e volte sempre! 😉

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s